domingo, 21 de dezembro de 2008

Universidade Politécnica de Atenas ocupada sob ameaça! Tropa de Choque pode invadir o campus universitário a qualquer momento!


Universidade Politécnica de Atenas ocupada sob ameaça
Tropa de Choque pode invadir o campus universitário a qualquer momento

Há poucas horas atrás a Rádio Anarquista 68 FM divulgou uma nota explicando que o vice-reitor da Universidade Politécnica de Atenas anunciou às pessoas que estão ocupando a instituição que a partir de agora o campus não pertence mais a Universidade, e que a autoridade universitária foi transferida ao Ministério da Justiça.

De acordo com os ocupantes, a reação do vice-reitor é absurda e completamente ilegal, inclusive, indo contra suas próprias leis ("leis de asilo em campus"). Desta forma, é iminente a qualquer momento uma operação da Tropa de Choque da polícia grega dentro da Politécnica. Se isso acontecer, será a primeira vez na história que a polícia entrará na cidade universitária numa operação gigantesca sem a prévia permissão por parte do Senado.

Agora mesmo há uma assembléia geral na Politécnica de Atenas, em que está sendo discutido se os manifestantes abandonam ou não a ocupação.

A vingança da normalidade não passará, nem na Politécnica nem em qualquer outro lugar!

Domingo, 21 de dezembro de 2008.


Comunicado da Politécnica Ocupada de Atenas
emitido há pouco

Desde sábado, 20 de dezembro, depois dos enfrentamentos ao redor da Universidade Politécnica de Atenas (um dos tantos confrontos imensos entre manifestantes e a polícia que aconteceram depois do assassinato do jovem de 15 anos Alexandros Grigoropoulos), houve muita especulação sobre a ocupação da Politécnica de Atenas.

As informações que nos chegam sobre uma possível invasão da polícia na Politécnica ocupada, junto com a estratégia da polícia de choque pressagiam o óbvio: a polícia está se preparando para invadir a ocupação. Acenar ao Senado, e abandonar a Politécnica à polícia e ao Ministério de Interior, o procurador geral da justiça nos enviou uma mensagem pouco clara, que soa a ameaça e a chantagem, segundo o qual temos "algumas poucas horas" mais.

Respondemos que o tempo que temos a mais será o que decidir a parte sublevada da sociedade, e que esta não aceita ultimatos. Que mais bem eles devem respeitar e temer a todos os que participaram, participam e continuam participando na revolta. São exatamente eles, os milhares de sublevados, de estudantes, trabalhadores, desempregados, imigrantes e companheiros aos que chamamos a estar em alerta pela Politécnica, até a iminente invasão.

- Convocamos a todo o mundo à presença massiva na cidade universitária da Politécnica de Atenas.

- Convocamos uma assembléia aberta hoje, domingo, 21 de dezembro, às 21 horas da noite.

- Convocamos um concerto de solidariedade e apoio financeiro para os prisioneiros da revolta. Às 18 horas da noite na Politécnica de Atenas.

Teremos a última palavra...

Estes dias te pertencem, Alexis!

Ocupação da Politécnica de Atenas


(agência de notícias anarquistas-ana)