sábado, 3 de janeiro de 2009

Mais de 700 mexicanos morreram em 2008 a tentar entrar nos E.U.A



Um total de 725 mexicanos morreram no ano passado a tentar entrar nos EUA, segundo um relatório do Grupo de Trabalho das Migrações do Partido Revolucionário Institucional apresentado na Câmara dos Deputados mexicana.«O número de mortos é praticamente de dois por dia, o que torna afronteira entre o México e os EUA não só a mais vigiada do mundo mas também o maior cemitério de emigrantes», referiu o coordenador doGrupo de Trabalho, Edmundo Ramírez Martínez.O documento indica que, em 2008, foram 700 mil os mexicanos que emigraram para os Estados Unidos. Assim, em média, a cada minuto doano passado um mexicano migrou para o país vizinho.

retirado do (Diário Digital)