quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

E.U. tentam fazer embarcar munições para Israel a partir de um porto privado grego


No passado dia 10, os media oficiais gregos revelaram que a marinha dos E.U. estava a tentar embarcar mais de 3000 toneladas de munições para Israel a partir Astakos -  um porto privado na Grécia.
A Frente Popular de Libertação da Palestina fez um apelo aos movimentos gregos para que estes impedissem esse carregamento.
No dia seguinte, os movimentos anti-autoritários, internacionalista de anti-guerra e a assembleia local (de Astakos) de grupos e indivíduos, responderam ao apelo emitindo uma convocatória para o dia 15 (uma das datas mais prováveis para o embarque) para uma concentração-bloqueio nesse porto. 

Link para a notícia:
http://www.occupiedlondon.org/blog/2009/01/12/39the-revolted-of-greece-organise-to-aid-our-brothers-and-sisters-in-gaza/

Na manhã de dia 13, os media oficiais internacionais, noticiaram que o carregamento tinha sido cancelado. Os motivos para esse cancelamento não são claros: de acordo com os media oficiais internacionais, o carregamento foi cancelado pelo Pentágono, devido à proximidade do porto de destino - Ashdod - com Gaza; já os media oficiais gregos afirmam que o carregamento foi cancelado pelo governo grego.

Link para a notícia:
http://www.occupiedlondon.org/blog/2009/01/13/40-1439-us-arm-shipment-from-greece-to-israel-canceled/


Apesar de não estar completamente esclarecida a razão e quem cancelou o embarque, parece que assistimos a mais uma pequena vitória dxs companheirxs gregxs!! Pois o carregamento foi cancelado um dia após dez grupos terem convocado uma manifestação e um bloqueio ao porto de Astakos.