sábado, 4 de abril de 2009

[Reino Unido] Protesto no centro financeiro de Londres contra o G20


Milhares de manifestantes tomaram as ruas do centro de Londres nesta quarta-feira (1) em protestos contra o encontro do G20, mais conhecido como “Contos do vigário”. O clima foi tenso no distrito financeiro da cidade, principalmente em frente ao Banco da Inglaterra, o banco central britânico, ponto de convergência de quatro grandes passeatas, organizadas por ativistas antiglobalização, ambientalistas e anarquistas - apelidadas de "Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse", que partiram de pontos diferentes de Londres e se encontraram em frente ao Banco da Inglaterra.

Durante a manifestação, um grupo de anarquistas atacou uma agência do Royal Bank of Scotland (RBS), destruindo as vitrines e invadindo partes do edifício.
"Tivemos um grande dia. Foi fantástico! Dissemos que atacaríamos o banco e fizemos isso. Eles não nos podiam parar. Forçamos as linhas de policiais e arremetemos contra o Royal Bank of Scotland”, disse um anarquista.

O RBS foi uma das instituições financeiras que receberam socorro do governo após o colapso do sistema financeiro internacional no final de 2008.

Os ativistas foram reprimidos por agentes especiais da polícia britânica, que foram enviados ao local para conter os protestos.
“A polícia usou cassetetes para reprimir as pessoas. O curioso é que os policiais estavam menos agressivos, isso porque a imprensa estava ali, fato que os intimidou. Podiam ter sido mais agressivos. Podia ter sido pior", explicou um ativista.

A Scotland Yard prendeu por volta de 23 pessoas que participavam dos protestos. Pelo menos 83 mil policiais foram empregados nas ruas da cidade pela operação de segurança.

Mais infos e imagens: http://www.indymedia.org.uk/

agência de notícias anarquistas-ana
noite
estrelas lua brilham
suave é a noite
João Batista dos Santos