terça-feira, 22 de dezembro de 2009

[Espanha] Supermercado é expropriado em protesto contra a crise econômica


Dezenas de jovens ativistas saquearam ontem (19) à tarde um supermercado no bairro operário de Nou Barris, em Barcelona, e distribuíram os alimentos entre os vizinhos, em uma ação de protesto contra a crise econômica e a precariedade no emprego. A chegada dos Mossos d´Esquadra [Polícia Autônoma] pôs fim ao assalto e depois de alguns minutos de bate-boca com os policiais os jovens saíram fora, sem que a polícia realizasse quaisquer detenções.



A ação, que foi convocada pela Assembléia de Desempregados de Barcelona, teve início por volta das 18 horas, na rede de supermercados Caprabo-Eroski, localizado na Plaza de Llucmajor. De maneira coordenada, vários jovens entraram no estabelecimento e encheram doze carrinhos com produtos de primeira necessidade, como macarrão, arroz, embutidos e conservas, e algumas garrafas de vinho.

Quando os carrinhos estavam cheios, os jovens se aproximaram das seis caixas registradoras do supermercado e passaram todos os produtos pelo leitor do código de barras. Na hora de pagar disseram que não iriam fazê-lo, criando assim um momento de perplexidade e alvoroço, que foi utilizado, também, por alguns clientes para passar pelos caixas sem pagar o conteúdo de seus carrinhos de compras. Enquanto isso, os jovens ativistas começaram a distribuir os produtos extraídos entre os vizinhos do bairro, que haviam sido alertados pelos saqueadores com dois megafones.

"Expropriamos este supermercado para distribuir o que produzimos entre todos, porque queremos bater de frente com um sistema que nos rouba diariamente com contratos precários, hipotecas, empréstimos predatórios etc.", dizia o folheto que distribuíram os ativistas e que encabeçava a frase "Lotes e cestas de presentes 2009" em todas as línguas oficiais da Espanha.

agência de notícias anarquistas-ana

Ilhotas boiando.
Sob um céu vasto e sereno
este mar tranqüilo.
Fanny Dupré