sábado, 28 de novembro de 2009

[Alemanha] Protesto contra desocupação de espaço libertário em Berlim reúne milhares de pessoas


Após 20 anos de ocupação o espaço Brunnenstraße183, em Berlim, foi despejado nesta última terça-feira (24), numa operação que envolveu cerca de 700 policiais, com equipamentos especiais. A intervenção policial, a mando do proprietário do prédio, contou com o bloqueio de todas as ruas de acesso ao imóvel.

Em reação, a ativa cena libertária da capital alemã, em menos de dois dias, se mobilizou e botou aproximadamente 3.000 pessoas nas ruas da cidade, nesta quinta-feira (26), contra o despejo e evacuação dos espaços ocupados berlinenses.

O protesto começou em torno das 20 horas, na Praça Laranja (um ex-reduto do movimento squatter) no bairro de Kreuzberg, com cerca de 800 participantes, e foi engrossando pelas ruas de Berlim, até chegar por volta de 3000 pessoas (a imprensa diz 1800). A manifestação sempre esteve vigiada e cercada pelas forças de segurança.

A partir da Praça Rosenthaler foram registrados choques entre manifestantes e a polícia. Os manifestantes jogaram garrafas e pedras contra os policiais. A polícia respondeu com canhões de água. Algumas pessoas foram detidas.

Neste momento outros espaços ocupados em Berlim estão sob a ameaça de despejo pelos proprietários e especuladores imobiliários, cuja atividade consiste, especialmente, em comprar projetos “podres” e gentrificá-los, transformando-os em lugares yuppies.

Berlim está sendo totalmente reestruturada num gigantesco processo de gentrificação, com as pessoas com menos recursos sendo expulsas e removidas para bairros mais afastados de Berlim.

Galeria de imagens da manifestação: http://www.flickr.com/photos/mikaelzellmann/sets/72157622760491831/

Vídeo do despejo do Brunnenstrasse 183: http://www.youtube.com/user/spreepirat0107 # p/a/u/0/ew6r8y1YKi8

agência de notícias anarquistas-ana