segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Centro de Cultura Libertária: Programa Janeiro - Fevereiro 2010


http://culturalibertaria.blogspot.com/


Aparece - Divulga !!!

30 Janeiro - 16:30 Sábado
Apresentação do livro de Alexandre Samis
«Minha Pátria é o Mundo Inteiro. Neno Vasco, o anarquismo e o sindicalismo revolucionário entre dois mundos»
20h – Jantar vegano


4 Fevereiro - 19.30 Quinta
Conversa sobre a situação do anarquismo no Chile
Petiscos veganos


6 Fevereiro - 16.30 Sábado

Petiscos na rua!
Rua Comandante António Feio – junto à estátua do burro - Cacilhas



7 Fevereiro - 15.30 Domingo

Workshop de serigrafia
Traz a tua t-shirt!



13 Fevereiro - 10.30 Sábado

Percurso pedestre pela memória anarquista e social de Almada

– Ponto de encontro: Cacilhas, à saída dos Barcos

Este percurso incidirá sobretudo sobre a história social de Almada e sobre as memórias do movimento anarquista e anarco-sindicalista nesta cidade, entre finais do século XIX e meados do século XX. Percorrendo as ruas de Cacilhas, Almada e Cova da Piedade encontramos as memórias de lutas libertárias reprimidas pela Monarquia, pela República e pelo Estado Novo e de novo soterradas pela democracia. Lembrar essas lutas e os seus protagonistas é fortalecer a nossa luta hoje.

Seguido de Piquenique (traz merenda!)


19, 20, 21 Fevereiro

Ciclo Cronenberg

dia 19 - 20:30 Sexta


Existenz (1999) – 97 min

Are you still in the game?… é na construção de camadas dispersas de real num mesmo plano, o plano da imagem-cinematográfica, que a diferenciação entre real na ficção e ficção se perde e com esta a fisicalidade do corpo. Os videojogos ou a ficção científica constituem espaços mentais, lugar do desejo em ultrapassar todos os constrangimentos a que o corpo biológico está sujeito, à sua maior falha, a sua morte…

dia 20 - 16.30 Sábado


Videodrome (1983) – 89 min

Em Videodrome, a alucinação progressiva do protagonista é o feiticismo pela imagem devido à forma como estas alteram/constroem/integram o real. Diz-se destas que têm uma natureza diabólica pela sua dimensão material e por isso lançarem questões relativamente à percepção humana, na medida em que são produtoras de mais real cujo estatuto se nos afigura de carácter indefinido, como no caso do lugar intermédio em que se vivem os sonhos ou mesmo outro tipo de fenómenos zombie, como o são as doenças psicossomáticas…

dia 21 - 16.30 Domingo


Shivers (1975) – 87 min

Shivers ou the orgy of the blood parasites torna ambíguo o posicionamento do homem face à ciência, que é o questionar de duas faces de uma mesma moeda, o de um estado racional e um outro estado ligado ao instinto, no próprio ser. Pensar que é possível um regresso à animalidade através de processos científicos, parece constituir a busca de uma cura para essa racionalidade. O efeito desta experiência é o devolver a cada indivíduo a incontrolabilidade do sentir, um estado de puro prazer que encontra a sua superação no colectivo.


27 Fevereiro - 16.00 Sábado

Mais vivos que mortos! Tarde zombie no CCL


Planeta Terror (2007) – 105 min

Rec
(2007) – 75 min