quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Notícias da Grécia Rebelde


Ocupação da Universidade de Atenas

Ontem (19) pela manhã a reitoria da Universidade de Atenas foi ocupada por dezenas de ativistas. A ação visava denunciar a violência da polícia durante a mani-denúncia (contra o assassinato do imigrante paquistanês Mohamet Kamran Atio) acontecida no último sábado no bairro de Nikaia, e para exigir a libertação de todos os detidos no protesto.


Tirem as mãos do prédio ocupado Papadopétru

Em 1 de junho de 2006, durante os protestos estudantis, a Assembléia de Estudantes da Escola Politécnica de Creta, realizou uma manifestação com o objetivo de ocupar o prédio Papadopétru, no centro da cidade de Jania, na Ilha de Creta. O reitor da Escola Politécnica, Grispolákis, mostra desde o primeiro momento suas intenções chamando a polícia antidistúrbio para atacar a manifestação e impedir a ocupação do edifício. Durante à tarde do mesmo dia uma multidão de estudantes e gente solidária da cidade conseguiram ocupar o imóvel, e desde então o espaço funciona como ponto de encontro e reunião dos movimentos sociais da cidade. Lá são realizadas jornadas da Associação Estudantil da Escola Politécnica, atividades culturais e é um pólo efervescente de várias lutas, como foi em novembro de 2008, com a greve de fome de 15 imigrantes.

Em 10 de outubro último, apareceu no edifício o representante de uma construtora para anunciar aos ocupantes que, brevemente, começará o trabalho de "restauração" do edifício.

Resistência. Uma manifestação em 22 de outubro, às 17h, foi convoca pelos coletivos políticos e culturais do edifício ocupado.

Vídeo da ocupação: http://www.youtube.com/watch?v=h-5sBnaE6No

"Feliz Aniversário" reitor Grispolákis, vídeo imperdível: http://www.youtube.com/watch?v=-OIFGmg2Mac

Concerto de solidariedade

Na cidade de Volos, acontecerá no dia 22 de outubro, no CSOA Fábrica Ocupada Machágu, um concerto de solidariedade com o grupo Analema da Croácia e concentração solidária no Tribunal da cidade, onde neste dia acontecerá o julgamento dos estudantes presos durante a revolta de dezembro passado.

Manifestação em Exarchia

A Ação Unitária de Solidariedade anunciou uma nova manifestação em Echarxia, no dia 22, às 19h, contra o exército "socialista" de ocupação no bairro.

Assembléia Popular no bairro de Exarchia

Com a participação de mais de 200 pessoas foi realizada na sexta-feira, 16 de outubro, a Assembléia Popular na Praça de Exarchia.

As decisões tomadas foram: Nova Assembléia em 23 de outubro; Participação e apoio em todos os tipos de protestos por todos os coletivos; Criar uma frente comum, fora das diferenças ideológicas entre os anarquistas e esquerdistas; Presença constante na Praça e caminhadas em grupos para evitar novas prisões em massa.

Após a Assembléia foi realizada uma manifestação espontânea envolvendo cerca de 400 pessoas. Após a chegada da manifestação na rua Sturnari, um furgão da polícia antidistúrbio cruzou a rua para forçar a passagem das pessoas, mas a espontaneidade e a dinâmica do protesto expulsou os policiais e o furgão para fora da Praça. A manifestação terminou no parque auto-organizado de Exarchia.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=IUVB0UZsNPA

Nove meses de resistência, autogestão e vida!

Nos dias 16, 17 e 18 foi realizada em Atenas uma jornada contra a destruição do Parque Auto-organizado de Kipru e Patision, e em comemoração aos 9 meses de resistência, autogestão e vida do lugar. Plantio de árvores e flores, oficinas de cerâmica, teatro, jogos lúdicos, bate-papo sobre espaços públicos, comida popular, entre outras iniciativas, destinadas principalmente para as crianças, aconteceram nesta jornada de rebeldia e autogestão, que sempre teve a companhia da chuva para alegrar ainda mais as crianças, lavar a alma, molhar a terra e regar as plantas. Bravo!

Prefeitura de Zografu é ocupada

Na quinta-feira, 15 de outubro, foi ocupada a entrada da Prefeitura de Zografu (bairro de Atenas) por vários grupos do bairro, as assembléias de bairro e estudantes. A ocupação (a segunda nos últimos dias) durou 4 horas e conseguiu cancelar a reunião do conselho de administração da Prefeitura. Os ocupantes deixaram uma mensagem clara para o prefeito do bairro ateniense que pretende vender 5 praças e espaços públicos do bairro para as empresas privadas (construtoras).

Contra o estado de terror

Em Iraklio, na Ilha de Creta, quinta-feira, 15 de outubro, mais de 200 pessoas manifestaram-se contra o estado de terror que se vive em Exarchia. Sob forte presença policial, as pessoas percorreram o centro da cidade fazendo várias pichações, enquanto os antidistúrbios não deixaram de provocar as pessoas. A manifestação terminou sem distúrbios.

Protesto contra a privatização do porto

Confrontos violentos entre a polícia antidistúrbio e trabalhadores do porto de Pireus na frente do Ministério do Trabalho, na quinta-feira, 15 de outubro. Os trabalhadores se opõem a privatização do porto e a venda de seus maquinários a uma empresa chinesa.

Fotos: http://athens.indymedia.org/front.php3?lang=el&article_id=1092479

Em defesa dos rios e da natureza

Em 10, 11 e 12 de outubro aconteceu nos arredores de Atenas uma jornada anticapitalista de luta contra as barragens, em defesa dos rios, pela água e pela vida. “A importância dos rios”, “lutas contra as barragens”, “destruição e desmatamento das florestas ciliares e desvio dos rios”, “ampliação e perspectiva da luta contra o desenvolvimento”, foram alguns dos temas discutidos no evento, que também teve mostra de vídeos, exposições, comes e bebes, entre outras coisas. No dia 12, segunda-feira, houve uma concentração-denúncia na Praça Propylaea, no centro de Atenas.

Fotos de uma jornada contra a barragem de Mesochora: http://athens.indymedia.org/front.php3?lang=el&article_id=1089056

agência de notícias anarquistas-ana

velho haicai
séculos depois
o mesmo frescor

Alexandre Brito