terça-feira, 17 de junho de 2008

Oficinas da Horta - Curso de Introdução à alimentação vegetariana natural - Porto



Curso de Introdução à Alimentação Vegetariana Natural - Casa da Horta
.
29 e 30 de Junho __7 de Julho de 2008_
Domingo, 29 de Junho, das 16h às 19h
2ªfeiras, 30 de Junho e 7 de Julho, das 19h às 23h na Casa da Horta!
.
http://casadahorta.pegada.net/entrada/
número limite máx. de inscrições: 7 número limite min. de inscrições: 4 Contribuição (inclui curso completo, refeições e manual): 35 abóboras ou 30 abóboras (para formandos em situação económica comprovadamente desfavorecida)
..
Inscrições: Casa da Horta
Tlm:93 7267541
.
Segredos da Horta (Pedro Jorge Pereira)93 4476236ecotopia@tvtel.pt ou segredosdahorta@gmail.com
.
Introdução / breve contextoAo longo da história, e ao contrário do mito que vai prevalecendo de que o Homem é essencialmente omnívoro, diversas civilizações e algumas figuras particularmente proeminentes da história da humanidade praticavam, por diversas razões, uma alimentação essencialmente vegetariana (p.ex. Leonardo da Vinci, Platão, Socrates, Henry David Thoreau, etc.) ...Ainda que vivendo numa sociedade onde o consumo de carne é comum e predominante, o vegetarianismo por motivos de ordem ética, ecológica, religiosa e espiritual encontra-se cada vez mais difundido, estando também implícito em novos paradigmas de aproximação da humanidade à Natureza.
.
O ser vivo (o ser humano) é um ser constituído por uma dimensão biológica, psicológica e espiritual. A nutrição não é pois a mera satisfação de uma necessidade biológica elementar mas, muito mais do que isso, é um processo de transmissão energética e de profundo inter-relacionamento do ser vivo com o meio onde se insere.
Logo, daí se depreende que um alimentação que tem por base o sacrifício e sofrimento de milhares de animais tem um enorme potencial de gerar profundas desarmonias desde logo ao nível da própria saúde de quem se alimenta principalmente de carne.O Vegetarianismo é uma opção cada vez mais válida, éticamente correcta e, em geral, ecologicamente mais sustentável. Conhecê-lo é entrar num fascinante mundo de sabores, paladares e alimentos.
Conhecimento que não se transmite é conhecimento condenado à sua própria extinção.?Segredos da HortaSegredos da Horta é um projecto que tem por finalidade a divulgação da ?cozinha vegetariana? nas suas diversas vertentes: nutricional, psico-biológica e filosófica; e consiste, essencialmente, na realização de oficinas práticas de formação no decorrer das quais são transmitidos conhecimentos práticos de confecção e preparação de refeições vegetarianas segundo princípios básicos de uma alimentação natural e saudável.Segredos da Horta é pois uma nova forma de olhar para a arte da nutrição.
É uma nova forma de desmistificar ideias pré-concebidas e dar a conhecer esse mundo tão fascinante que é o da alimentação e nutrição vegetariana.
.
Porque a alimentação vegetariana não é só "comer vegetais" mas sim, e muito mais, uma forma diferente e talvez melhor de estar na vida. Uma forma simples, consciente e deliciosa!
ApresentaçãoPedro Jorge Pereira, vegetariano há cerca de 7 anos, na maior parte deles de forma integral (Vegan) é cozinheiro vegetariano profissional desde 2002. Foi cozinheiro no Restaurante Nakité, no Porto, e Daterra, em Matosinhos, e é formador sobretudo no projecto Segredos da Horta.
Tem simultaneamente vindo a colaborar e desenvolver vários outros projectos e iniciativas na área da alimentação vegetariana natural e de educação ecológica e social.A alimentação vegetariana, muito mais do que uma mera opção enquanto regime alimentar, representa uma forma de estar na vida e de encarar a saúde como um todo. Pratico um regime alimentar vegetariano desde há alguns anos e tenho vindo a descobrir no mundo da alimentação vegetariana todo um universo fascinante e repleto de conhecimento. Conhecimento esse que assumo como principal missão dar a conhecer, partilhar e aprofundar. Conhecimento esse que, ao contrário do que dizem diversos mitos pré estabelecidos em relação ao mesmo, é muito simples de desenvolver e colocar em prática no dia-a-dia.?A alimentação vegetariana, em geral, é uma alimentação ecologicamente mais sustentável, eticamente mais correcta, nutricionalmente mais diversificada e rica e, já agora, sem dúvida a mais deliciosa e atraente!
.
Oficina
.
As oficinas a realizar serão compostas por uma breve introdução teórica, na qual serão abordados alguns dos conceitos principais, sendo depois seguidas da componente prática nas quais são preparados e confeccionados diversos pratos vegetarianos.Durante a parte prática são preparados Menus vegetarianos compostos de entradas, sopa, prato principal e sobremesa.