quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Porto - Fevereiro - Cinema Comunitário: Calais, fronteiras e migração



Quatro sessões de cinema sobre o tema migração! Duas sessões de ficção, duas de documentários, queremos discutir sobre o tema e aproveitar para falar da resistencia e solidariedade, autónoma e directa, da rede No Borders para com os migrantes, mais precisamente em Calais. A primeira e terceira sessões na CasaViva, a segunda e última no Terra Viva! Sextas-feiras, às 22h00.


4 fevereiro, 6ªfeira, 22h00 Casa Viva


I. Calais - No Border (Documentários)

They are Human Beings, de Matthieu Quillet (61')
França, 2009, Francês com legendas em Inglês.
Calais, entre Junho e Outubro de 2009, este documentário acompanha activistas e migrantes sem papeis desde o inicio do No Border camp até ao desalojo das ultimas okupas e jungles no inicio dum dos invernos mais rigorosos na cidade.

The Hardest Winter in Calais, de Calais Migrant Solidarity (10')
França, 2010, em Inglês
Sobre a situação dos migrantes que dormiam em Calais e arredores no inverno 2009/2010.
http://calaismigrantsolidarity.blogspot.com

Escape from Calais, de Calais Migrant Solidarity (3')
França, 2010, em Inglês
No Borders e United Struggle Project, hip-hop in Calais


11 fevereiro, 6ªfeira, 22h00 TerraViva

II. Calais (Ficção)

Welcome - Bem-vindo, de Philippe Lioret (110')
França, 2009, Francês com legendas em Português.

Bilal, um rapaz curdo de 17 anos do Iraque, parte numa
viajem para atravessar a Europa. Ele quer chegar a Inglaterra
para ver a sua amada. Bilal consegue finalmente chegar a
Calais, mas como é que se atravessam os 32 km do Canal da
mancha quando não sabes nadar?


18 fevereiro, 6ªfeira, 22h00 CasaViva

III. Migração e Fronteiras (Ficção)

Coisas Belas e Sujas, de Stephen Frears (107')

Reino Unido, 2002, legendado em Português
Um nigeriano sem papeis, trabalha como taxista de dia e à
noite num pequeno hotel, e depara-se com um lado
intragável de Londres.


25 fevereiro, 6ªfeira, 22h00 TerraViva

IV. Migração (Documentário)

Bab Sebta, de Frederico Lobo e Pedro Pinho (110')

Bab Sebta significa em árabe a porta de Ceuta e é o nome
da passagem na fronteira entre Marrocos e Ceuta. É o local
para onde convergem aqueles que, vindos de várias partes
de África, procuram chegar à Europa. O filme percorre quatro
cidades ao encontro dos tempos de espera e das vozes
desses viajantes.

país produção: Portugal
países rodagem: Marrocos | Mauritânia
línguas: Inglês | Francês | Wolof | Hassania | Crioulo
legendado em Português