sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Preso Anarquista espanhol completa 45 dias em greve de fome



Hoje, 5 de agosto, o preso anarquista espanhol Amadeu Casellas completa 45 dias em greve de fome, exigindo uma saída a sua situação crítica de encarceramento, que já dura mais de 22 anos.


22 anos pagos por lutar contra o Estado, expropriando bancos nos anos 70 e 80, para ajudar a financiar as lutas operárias da época. Amadeu tomou a decisão de deixar de comer, como única via que lhe restou para que as autoridades escutem sua voz. Amadeu já fez outras greves de fome, mas decidiu que desta vez será até as últimas conseqüências: ou lhe dão o Terceiro Grau, ou lhe rebaixam a condenação, ou não parará.

Atualmente Amadeu já perdeu 23 kilos, e está se mantendo a base de água e glicose dissolvida.


Em 1 de agosto, sexta-feira, foi feita uma concentração diante da Direção Geral de Serviços Penitenciários, em Barcelona, instituição responsável em conceder o Terceiro Grau, para 0demonstrar que Amadeu tem cada vez mais apoio nas ruas e que as mobilizações não cessarão.]


> Comunicado de Amadeu Casellas <

Hoje, dia 18 de julho de 2008, trouxeram a enfermaria de Quatre Camins, a Juan Alfonso Casquero, que estava em greve de fome a mais de 70 dias. Fiquei horrorizado ao ver como o deixaram. Está mentalmente desequilibrado, não sabe o que diz, nem tão pouco onde está, nem por quê; em uma palavra, o anularam como pessoa e como ser humano.


Imagino que Montserrat Tura e Albert Batlle, como máximos responsáveis das prisões catalãs, estejam orgulhosos porque está morto em vida e para eles, disso se trata, ir exterminando com todo foco de resistência.

Em meu caso estes fatos produziram o efeito de reforço da greve de fome que estou mantendo desde o dia 22 de julho de 2008. No momento continuo na enfermaria, perdi uns 17 quilos; os níveis de açúcar estão entre os 50 e 70 mg/l para que a irrigação cerebral esteja ativa; tenho a moral mais alta que nunca e chegarei até as últimas conseqüências: Liberdade ou morte. Não há outra saída.
Também entusiasmo aos que estão lutando, tanto dentro como fora das prisões, que sigam lutando contra este sistema catalão carcerário fascista e podre, tal como demonstram estes fatos. Não podemos permitir que silenciem estas situações, e a única maneira é a luta; cada um como entenda conveniente.
Espero que este comunicado se espalhe por todos os meios possíveis.
Um forte abraço libertário e coragem!
Granollers, 18 julho de 2008
Amadeu Casellas Ramon

> Campanha de apoio a Amadeu Casellas <

Aos cuidados da Direção dos SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS
O Sr. Amadeu Casellas Ramón, interno no Centro Penitenciário de Quatre Camins (Granollers), preso desde há quase 30 anos e sem delitos de sangue, iniciou no dia 23 de junho de 2008 uma greve de fome para exigir sua liberdade condicional.
O Sr. Casellas cumpre todos os requisitos exigidos no Código Penal vigente para a concessão de Terceiro Grau (CP 1995, reformado por LO 7/2003 de 30 de junho):
- Ter cumprido 3/4 partes da condenação.
- Mostrar uma conduta positiva.
Além disso, o Sr. Casellas dispõe de um amplo círculo de familiares e amigas/os dispostas/os a ajudar-lhe em sua reintegração social, assim como de uma oferta de trabalho.
Por todo o anteriormente exposto solicitamos o início dos trâmites necessários para a concessão do terceiro grau do Sr. Amadeu Casellas Ramón e assim ter acesso a liberdade condicional.
Atentamente
(Nome, sobrenome e RG)
Em... , de... de... 2008
------------------------------------
Aos cuidados da/o Juíza/Juiz do Juizado Penal nº 2 de Manresa
Fax: 93 872 7105
Pelo presente escrito, gostaria de chamar novamente sua atenção sobre a delicada situação na qual se encontra o Sr. Amadeu Casellas Ramon, atualmente preso no centro penitenciário de Quatre Camins e em greve de fome.

Este Juizado, resolveu negar sua solicitação de limitação de condenação, e pelo presente escrito, lhes instamos que, por questões humanitárias, modifique a resolução limitando-a a um cumprimento de 20 à 30 anos, máximo contemplados na lei; pois o Sr. Casellas está a mais de 20 anos cumprindo a condenação, toda uma vida, e de não ser resolvida a solicitação neste sentido, estaria sendo condenado a uma cadeia perpétua.
Sem outra demanda, queria agradecer sua atenção e pronta resolução desta solicitação, despeço-me, atentamente.
(Nome, sobrenome, DNI)
Em... , de... de... 2008
-----------------------------
Prefeito de Greuges de Catalunya
C/ Josep Anselm Clavé 31
08002 – Barcelona
Tf.- 93 301 8075
Fax.- 93 3013187
Sr. Rafael Ribó
Prefeito de Greuges de Catalunia
Pela presente carta, gostaríamos de expressar nosso espanto e preocupação pela situação do Sr. Amadeu Casellas Ramon, preso no centro penitenciário de Quatre Camins, e em greve de fome desde há mais de um mês. Neste momento o Sr. Casellas já perdeu quinze quilos, e sua situação é muito delicada.

O motivo desta greve é sua manifestação para que se ponha um limite a sua pena, algo que nos parece totalmente justo e razoável se levarmos em conta que, já esta a 22 anos pagando a condenação; ou seja, toda uma vida. Acreditamos que o Sr. Amadeu Casellas tenha pago com juros sua dívida com a justiça e que não lhe pode condenar, de fato, a uma prisão perpétua.
El Sr. Casellas denuncia que "desde a prisão não querem aplicar o que me corresponde como represália por alguns fatos ocorridos muitos anos antes" e assegura que a equipe de tratamento "envia informes antigos as autoridades competentes, obviando os progressos advindos dos anos posteriores".
A situação de qualquer forma é mais insustentável se levarmos em conta que a juíza do Penal 2 de Manresa, Érika López Gracia, tem negado sua solicitação de recontagem de condenações.
Portanto, assim sendo, esperamos que você, como Prefeito, mediará urgentemente este assunto, antes que as conseqüências sejam irreversíveis.
Atentamente,
(Nome, sobrenome, DNI)
Em... , de... de... 2008
-------------------------------------
Também se pede que se enviem cartas a:
Juizado de Vigilância Central
Gan Via 5228071 Madrid
Fax 913352757
---------------
Ministério de Justiça
c/ Manzana 2
28071 Madrid
----------------------------
Também é muito importante que sigam sendo enviadas cartas de ânimo e apoio ao companheiro no seguinte endereço:
Amadeu Casellas Ramón